Informação em tempo real 24 horas por dia
Últimas informações são de seis pessoas feridas e três operários desaparecidos. Causas do desastre ainda são desconhecidas.


 
Desabamento atingiu carros estacionados e casas vizinhas
 
 
O desabamento de uma obra com 15 andares construídos em Belém, no Pará, soterrou duas casas vizinhas e destruiu dois carros. Três prédios próximos tiveram de ser evacuados e 200 pessoas aguardam análise dos técnicos para voltar para casa em segurança.


O edifício Real Class, teria 32 andares se ficasse pronto. Seis operários trabalhavam no local e três seguem desaparecidos:João Barros, Manuel Santos e Isaias Marques. Também está desaparecida a moradora de umas das casas ao lado, Maria Raimundo dos Santos, de 67 anos. Os bombeiros ainda não tem certeza se ela está soterrada ou havia saído de casa.


De acordo com marido dela,  Antonio Emidio, 65 anos, no momento do acidente ela deveria estar no local com o pedreiro Raimundo Pantoja, que fazia reparos na residência. O operário correu quando viu o estrondo e foi resgatado pelos bombeiros com poucos ferimentos, mas não soube dizer se Maria estava lá. Chorando, o companheiro é o único familiar que aguarda o resgate no local: "Estou angustiado com a falta de notícia, liguei no celular dela e deu fora de área. Não arredo o pé daqui enquanto não souber o que aconteceu."


Na outra casa, morava o jornalista Jorge Calderaro. Ele disse que estava na rua quando o desabamento começou e conta que houve uma forte ventania e um estalo. "Vi o edifício começar a desabar. Minha única reação foi correr para minha casa para chamar minha família", conta. Ele, a esposa e o filho se salvaram.
O prédio estava localizado em uma área de muito movimento e o desabamento provocou pânico em pessoas que passavam pelo local. No início desta noite, equipes dos bombeiros, força nacional, defesa civil e voluntários da Cruz Vermelha trabalham no local debaixo de chuva. A energia de todo o quarteirão foi cortada.


Um edifício de 20 andares ao lado estaria com a estruturada comprometida, segundo o comando do Corpo de Bombeiros. Ao todo, foram evacuados três edifícios por precaução.A construtora Real Engenharia, responsável pela obra, ainda não se pronunciou.


 
fonte IG 
>
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Siga-nos

Publicidade